quinta-feira, 28 de março de 2013

APAS elogia iniciativa do MPF e da Abras




Associação Brasileira de Supermercados e Ministério Público Ferderal assinaram termo de
cooperação técnica pela pecuária sustentável

São Paulo, 28 de março de 2013 – A Associação Paulista de Supermercados (APAS) elogia a iniciativa do Ministério Público Federal (MPF) e da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Trata-se do termo de cooperação técnica pela pecuária sustentável, firmado no último dia 25.

O objetivo do acordo é evitar que os supermercados brasileiros comprem carne bovina proveniente de áreas desmatadas na Amazônia ou onde tenham sido constatadas outras irregularidades ambientais e sociais, como invasão de terras públicas e trabalho escravo.

Além disso, busca consolidar e ampliar o programa Municípios Verdes, internacionalmente reconhecido pela implementação de benefícios a produtores rurais e empresários. Uma das premissas do acordo é de que ‘a proteção do meio ambiente é um princípio que deve nortear todas as relações sociais, inclusive as econômicas’.
“Esta é mais uma iniciativa sustentável do setor em favor do bem-estar e da saúde da população”, ressalta João Galassi, presidente da APAS. Atenta à temática, a entidade continua desenvolvendo e apoiando práticas sustentáveis, a fim de contribuir para melhor qualidade de vida das pessoas, além da preservação do meio ambiente.            
               
“Nós temos a responsabilidade de alertar nossos fornecedores a se adequarem às melhores práticas, visto que a nossa maior preocupação é oferecer produtos de qualidade aos consumidores”. Galassi ainda ressalta que essa foi a segunda melhor notícia para o setor neste mês. “A primeira foi a conquisa da desoneração dos preços dos produtos da cesta básica, algo pelo qual lutávamos há anos”.
     
Para o subprocurador-geral da República Mario Gisi, coordenador da 4ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF (meio ambiente e patrimônio cultural), esse é um importante passo na busca pelo desenvolvimento sustentável: "Faz muito mais sentido quando o setor econômico mostra que sua atividade vai além do lucro, que busca uma sociedade justa e igualitária". Na mesma linha, o subprocurador-geral da República Antonio Fonseca, coordenador da 3ª Câmara de Coordenação e Revisão (consumidor e ordem econômica), ressaltou que a "sociedade é quem agradece" um pacto como esse.

Sobre a APAS – A Associação Paulista de Supermercados representa o setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade conta com 1.200 associados, que somam 2.700 lojas.

Fonte: Bruno Sales - Assessoria de Comunicação APAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário