quinta-feira, 30 de maio de 2013

Rodovia SP- 264, Km 126,5 continua oferecendo risco aos motoristas

As fotos mostram que o asfalto já esta rachando ainda mais

O perigo com a vida dos motoristas que circulam pela rodovia SP-264, sentido Salto de Pirapora à Pilar do Sul, no km 126,5, continua. As placas de sinalização ainda estavam encostadas no barranco ao invés de estar mais próxima da pista.

Agora, neste feriado prolongado de Corpus Christi, onde não só Pilar do Sul como também as cidades visinhas (Tapirai, Sarapui e São Miguel Arcanjo) estarão recebendo milhares de visitantes, a preocupação aumenta ainda mais, isso sem contar com as fortes chuvas que vem caindo nos últimos dias. A cratera que já existe a meses no local estará oferecendo maior risco a quem por ali passar com seu veículo.

Meses se passam e nenhuma providência ainda foi tomada, nem no sentido de concertar o buraco que esta se alastrando cada vez mais, nem numa melhor sinalização para que principalmente à noite, os motoristas possam ter uma melhor visão do perigo a sua frente.

Como cidadã, pagadora dos meus impostos, principalmente do IPVA anual do meu veículo e, não só preocupada comigo mesma, mas também com meus semelhantes, enviei um oficio ao DER, conforme cópia de protocolo, informando o descaso e o perigo com vidas que por ali circulam diariamente. 
Protocolo da Manifestação
Prezado(a) SUELI CANO MAITA,
Agradecemos o seu contato e informamos que sua manifestação foi protocolada sob nº509096 em 27/05/2013.

Sua manifestação será analisada e seu trâmite (ou andamento) poderá ser acompanhado pela internet no link abaixo:
http://www.ouvidoria.sp.gov.br/Acompanhamento.aspx
Atenciosamente,
Ouvidoria Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo - DER
Fone: 3311-3120

Acredito que, nós cidadão não devemos ficar só esperando que os órgãos competentes cobrem a quem de direito seja, atitudes e providências, temos sim que arregaçarmos as mangas e também colocar nosso direito em prática. Quando o assunto é vida, tem que existir urgência nas providências a serem tomadas, mais uma vez pergunto: “será que nós da imprensa, teremos que noticiar uma desgraça naquele local antes que alguma medida cabível tenha sido tomada?”







Nenhum comentário:

Postar um comentário