quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Cemitério Jardim das Acácias continua alvo de reclamações


O Cemitério Jardim das Acácias tem sido alvo de reclamações constantes das pessoas que sepultam seus entes queridos ou das que o visitam. Reiteradas vezes O Jornal e o Blog Repórter Pilar têm recebido essas queixas e publicado matéria sobre o descaso dos órgãos competentes.

Mais uma vez as jornalistas Sueli C. Maita e Geni Alves dos Santos, responsáveis pelo Blog e O Jornal estiveram no local e constataram que as reclamações procedem.

Esta completando um ano no próximo mês de outubro que a Jornalista Sueli C. Maita entrevistou o senhor secretário de Desenvolvimento e Integração Social, Robertson Magalhães Jordão responsável pela administração dos cemitérios, e na época ele disse que estariam realizando a construção de 256 jazigos, um galpão aberto para que os familiares pudessem prestar suas ultimas homenagens aos entes queridos, uma sala de atendimento aos usuários e guarda de pertences utilizados pelos funcionários no cemitério e a construção de dois banheiros (masculino/feminino), no Jardim das Acácias. A atual administração informou na época que para o ano de 2013 não existia verba orçamentária disponível para essa construção, mas que, para o ano de 2014 já estaria sendo colocado na previsão.

O ano de 2014 esta se encerrando e até o mês de Setembro só foram construídos os jazigos, o resto continua na mesma situação (até um pouco pior). Formigueiros proliferam junto às campas, restos de construção estão espalhados por entre elas, bem como lixo e restos de materiais diversos.

Também foram constatadas irregularidades nos corredores entre os túmulos, que por não estarem nivelados, oferecem risco de queda a quem transita por eles. O portão do cemitério está danificado, dificultando o fechamento do mesmo.

Ali, cada um, faz o que deseja (constroem jardins, lapides enormes, colocam cruzes de todos os tamanhos e modelos, etc...), fugindo totalmente do projeto que foi elaborado para aquele local, gramado não existe mais, alguns locais que foram construídos os novos jazigos estão totalmente desalinhados dos que já existem, se não for efetuado os devidos reparos com urgência, o novo cemitério (Jardim das Acácias) logo estará da mesma maneira que se encontra o cemitério São João Batista, onde não existe corredor para que as pessoas possam visitar seus entes queridos sem estar pisando nas covas de outros ali sepultados, mas, para se evitar tudo que esta acontecendo é necessário que seja colocado um funcionário direto no local para instruir as pessoas e zelar pela limpeza.

Essas reivindicações já foram feitas na administração de Antônio José Pereira (2009-2012) pelo vereador Luiz Antonio Brisola, através das indicações 214/2009, 060/2010, 176/2010, 154/2011, 068/2012 e pelo então vereador Enivaldo Dias de Almeida, indicação 109/2012.

A atual administração recebeu as indicações 037/2013, da vereadora Cristina G. B. Vieira, 120/ 2013, do vereador Miguel Pereira Domingues, 270/2013, do vereador Luiz Antonio Proença, e 160/2014, das vereadoras Karla T. N. P. Pagianotto e Cristina Gomes Brisola Vieira com as mesmas reivindicações: melhorias no Cemitério Jardim das Acácias com muros, banheiros e um local com cobertura.

Até quando os órgãos competentes se mostrarão indiferentes aos pedidos da população e dos vereadores?

Formigueiro toma conta da sepultura
garrafas e pedaços de paus se encontram espalhados em cima dos túmulos que quase não existe mais gramado
pedaços de blocos estão espalhados por todo o cemitério e são usados para acender velas por não ter um velário
portão destruído


pelo menos, a natureza se encarregou de dar um pouco de beleza no lugar abandonado 
(casal de aves chocam seus filhotes em cima de uma sepultura)




Nenhum comentário:

Postar um comentário