segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Produtores de uva devem colher mais de 20 mil toneladas em Pilar do Sul

Segundo produtores, tempo sem muita chuva ajudou na safra 
(Foto: Cláudio Nascimento / TV TEM)
Os produtores de uva no município de Pilar do Sul (SP) estão satisfeitos para a safra de 2014 que começou a ser colhida neste mês de dezembro. A expectativa é que até abril de 2015, quando termina a produção, sejam colhidos entre 20 mil e 25 mil toneladas da fruta. Nesta safra, a cidade conta com 900 hectares plantados de seis variedades da fruta. São 450 áreas cultivadas.

Uma das propriedades em plena produção é a do agricultor João Batista de Proença. Ele conta que espera colher até 45 mil quilos por hectare. Essa produção esperada é 20% maior do que na safra passada. O produtor afirma que o clima ajudou e as uvas estão vistosas nas parreiras. Para se ter um exemplo da qualidade, o cacho de uva da variedade Niágara, que pesa geralmente 300 gramas, em algumas propriedade chega a pesar 500 gramas.

O agricultor cultiva quatro variedades em períodos diferentes, uma logística para escalonar a colheita e ter melhor preço. “O tempo está ajudando. Com pouca chuva elas saem melhor, saem mais bonitas, com mais qualidade. A expectativa de produção por hectare é de 45 mil quilos”, afirma.

Na propriedade do agricultor Décio Beraldo de Almeida, a expectativa também é boa. Ele espera colher 120 toneladas da fruta nos três hectares cultivados. A produção já está praticamente negociada. “Calculo aqui mais de 40 mil quilos por hectare. Em 2013 foi em média 30 mil quilos. Esse ano vai ser melhor, não tem nem comparação. E o produto está saindo excelente”, completa.

A uva é a principal cultura de Pilar do Sul e movimenta a economia da região nesta época do ano. De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Antônio Nunes dos Santos, a boa produção é excelente para todo o município. “Esta colheita vai ser ótima. Estamos prevendo entre 20 mil a 25 mil toneladas e um preço médio de R$ 4 por quilo. Esse é um valor muito bom para a nossa cidade”, afirma.

Fonte: G1 Itapetininga e Região


Nenhum comentário:

Postar um comentário