quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Terrenos tomados pelo mato e calçadas geram riscos e indignação


A redação do “O Jornal” foi contatada por moradores de vários bairros reclamando do matagal em terrenos e das calçadas quebradas, com buracos, ou também tomadas pelo mato. Em muitas ruas não há calçadas, dificultando o ir e vir dos pedestres.

A equipe do “O Jornal” percorreu as ruas citadas pelos reclamantes e fotografou o estado lamentável em que se encontram lotes e calçadas.

Há um setor da prefeitura para fiscalizar e notificar proprietários dos terrenos não cuidados. Há algum tempo, o encarregado desse setor relatou ao “O Jornal” que é grande o número de notificações que os fiscais emitem.

O proprietário notificado tem um tempo para providenciar a limpeza e, se não o fizer, a prefeitura faz e cobra do proprietário. Fazer e/ou consertar a calçada também é da competência do proprietário, quando notificado pela fiscalização.

As fotos feitas pelo “O Jornal”, no entanto, dão margem a pensar que mesmo notificados, seja para limpeza do lote, seja para fazer/consertar a calçada, os proprietários não estão se preocupando em atender a fiscalização. Enquanto isso, as casas vizinhas aos terrenos sofrem com a invasão de bichos peçonhentos, as pessoas caem e se machucam nas ‘calçadas’ esburacadas, além de ser uma visão deprimente aos moradores e visitantes. Que os órgãos públicos competentes deem uma resposta urgente à população, é o que os munícipes esperam!

Fonte: O Jornal

PS: Vale lembrar que os proprietários só são notificados, quando alguém se dirige ao setor de fiscalização e faz a reclamação porque, os fiscais passam inúmeras vezes pelos locais e não fazem nada, existe a burocracia de que devem ser feitas reclamações por escrito, mas vai a pergunta: “Para que servem os fiscais?”.

Outro dia conversando com um dos fiscais fiquei sabendo que, eles sabem os locais que estão cheios de mato (inclusive, lotes da própria prefeitura), mas, não podem fazer nada porque não tem máquinas dentro do setor de limpeza, a prefeitura cortou alguns gastos (combustível), por isso poucas estão em uso, absurdo total e nossa cidade esta parecendo uma floresta. Agora nesta época de festas estaremos recebendo muitos visitantes e é essa imagem que vamos passar à eles, uma cidade suja, abandonada, ruas esburacadas, calçadas cobertas pelo mato e outras sem fazer oferecendo risco de queda aos transeuntes e animais peçonhentos entrando dentro das casas.








Nenhum comentário:

Postar um comentário