segunda-feira, 7 de março de 2016

Promotoria de Justiça pede condenação ao motociclista envolvido em acidente fatal em Pilar do Sul


A promotora de justiça Luciana de Fátima Rodrigues Abramovitch denuncia o motociclista que conduzia sua motocicleta e atropelou o pedestre Isac de Góes Mendes, a vítima morreu a caminho do hospital.

O acidente aconteceu no dia 17/01/2016, na Avenida Antonio Larcerda, Jardim Nova Pilar, em Pilar do Sul. Após o acidente, o motociclista fugiu para à sua residência, no Bairro Campo Grande, na mesma cidade. A promotora narra que os policiais militares foram até a casa do suspeito e o prenderam. De acordo com os policiais, o motociclista estava sob efeito de bebida alcoólica, andar cambaleante, olhos avermelhados e exalava odor etílico.

Luciana Abramovitch sustenta na denúncia que o motociclista cometeu quatro crimes: deixou de socorrer a vítima, afastou-se do local do acidente para fugir da responsabilidade, conduziu o veículo sob efeito de bebida alcoólica estado comprovado por exame clínico, e ainda violou a suspensão da carteira de habilitação, já que sua habilitação estava suspensa (artigo 302 inciso III e caput dos artigos 305, 306 e 307; todos do Código de Trânsito Brasileiro). A promotora também pediu a manutenção da prisão preventiva (artigo 312 do Código Penal).

Após a justiça daquele município converter o flagrante em prisão preventiva, à defesa constituída pelo motociclista apresentou pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiças de SP, a liminar foi negada, restando julgar o mérito do habeas corpus.


Fonte: Dados colhidos do Blog Toni Silva Sorocaba

Nenhum comentário:

Postar um comentário