sexta-feira, 4 de março de 2016

Samu 192 adota protocolo operacional padrão para atendimento

Documento contém especificidades próprias quanto à região de Sorocaba (Foto: Assis Cavalcante) 
A Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) 192, que tem sede em Sorocaba e está vinculada à secretaria da Saúde de Sorocaba (SES), passou a adotar um Protocolo Operacional Padrão para atendimento, cujo objetivo é uniformizar a forma de atuação, seguindo diretrizes e modelos estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS) a serem adotados por todos os municípios que oferecem esse tipo de serviço.

O documento é, basicamente, uma cartilha com mais de 500 páginas que especifica todos os procedimentos e como eles devem ser executados pelo Samu. Foi criado pela SES a partir do protocolo adotado pelo Ministério da Saúde, mas contém especificidades próprias quanto à região de Sorocaba e tende a funcionar como uma ferramenta de controle social, disponível à população em geral, inclusive, via internet, no site http://saude.sorocaba.sp.gov.br/, pelo link “Samu 192”.

“Muita gente não sabe como o Samu 192 opera. O protocolo detalha, inclusive, os fluxos e grades de atendimento, ou seja, especifica para onde cada determinado tipo de paciente deve ser encaminhado. Por exemplo, se tem um traumatismo craniano, deve ser levado para o Conjunto Hospitalar de Sorocaba”, explica o gestor da Regional de Sorocaba do Samu, Glauco Parrillo Fernandes.

A cartilha detalha procedimentos para ações envolvendo Sorocaba, Araçariguama, Iperó, Ibiúna, Piedade, Pilar do Sul, Votorantim e Mairinque, todos que fazem parte desta regional do Samu 192. Segundo Glauco, a disponibilização desse protocolo, que levou cerca de dois anos para ser elaborado, assegura transparência no processo de atuação e detalhamento das estruturas do Samu. “Tudo relativo aos serviços Samu 192 está explicado nesse documento. Pode ser usado como ferramenta para qualquer pessoa, seja de entidade de classe, ou não, para fiscalizar as ações do órgão.”

Chefe de Seção de Apoio Administrativo do SAMU 192 - Regional Sorocaba, Diego Bispo Fernandes, destaca que o protocolo serve ainda como balizador das ações de todos os funcionários do órgão, para que saibam exatamente como funcionar dentro do Serviço. “Com isso podemos ter um controle maior no que diz respeito à qualidade de atendimento.”

Cópias impressas do protocolo ficarão disponíveis em Sorocaba na Central de Regulação do Samu 192, que funciona na Rua Aparecida 244, além de na sua Base Descentralizada na Unidade Pré-Hospitalar (UPH) Zona Norte, bem como na Secretaria da Saúde, no terceiro andar do prédio da Prefeitura, no Alto da Boa Vista. “As cidades pertencentes ao SAMU Regional receberam suas cópias via e-mail e vão providenciar cópias impressas e, também, disponibilizarão o link da internet”, acrescenta Diego.

Habilitação e obras
O gestor da Regional do Samu 192 comenta que a elaboração e execução do Protocolo Operacional Padrão, é uma das exigências do Ministério da Saúde para concessão da habilitação que autoriza a Administração Municipal a receber maior recurso mensal do Governo Federal, para manutenção desse tipo de serviço.

Um técnico do MS esteve em Sorocaba no último dia 11 de fevereiro vistoriando as unidades do Samu e deu parecer favorável à medida. A SES aguarda a oficialização dessa habilitação, que deve sair até abril. Também para ficar em conformidade aos preceitos do MS, as duas unidades do Samu 192 na cidade passaram por uma completa reforma, com um investimento de cerca de R$ 228 mil por parte da Prefeitura. “Ainda em abril, as unidades da Regional Sorocaba do Samu nas outras cidades também passarão pela mesma vistoria, com esse mesmo propósito”, adianta Glauco.

O Samu
O Samu 192 é um serviço público de âmbito federal, vinculado ao Ministério da Saúde, com responsabilidade Tripartite (União, Estados e Municípios), mas tem gestão municipal. Seu atendimento está pautado nos preceitos do SUS de “Universalidade”, “Equidade” e “Integralidade”.

O serviço funciona 24 horas e sua equipe reúne médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas. São atendidas urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental, independente do local, seja residências, locais de trabalho ou vias públicas.


A regional do Samu 192 iniciou as operações há três anos e a Prefeitura de Sorocaba investe cerca de R$ 12 milhões anualmente. Em Sorocaba, opera com 12 ambulâncias próprias, 04 Unidades de Resgate do Corpo de Bombeiros e 10 ambulâncias da Prefeitura. Seu acionamento deve ser realizado por meio do telefone “192”.

conteúdo de responsabilidade do anunciante

Nenhum comentário:

Postar um comentário