terça-feira, 26 de julho de 2016

Moradores de Pilar do Sul não se sentem mais seguros


As eleições já estão batendo em nossas portas neste ano de 2016, mas, moradores dizem que com os candidatos chegam também às falsas promessas nas áreas da Educação, Saúde, Transporte, Moradias, Infra Estrutura, Esporte, Melhorias nas estradas rurais e, PRINCIPALMENTE a Segurança Pública.

“Em todas as eleições, essas realmente são as pretensões dos futuros candidatos a Prefeito, Vice e Vereadores, mas... tudo fica somente nas promessas e intensões e, DE BOA INTENSÃO, O INFERNO TÁ CHEIO”, desabafam alguns munícipes que se dizem esgotados de verem a cada dia, a cidade que escolheram para viver até o fim de suas vidas ser tomada pelos bandidos.

Resumo dos fatos acontecidos nos últimos dias:
   
- Assaltos:    Supermercado no Bairro Nova Pilar (20/06 e 15/07);
                       Supermercado no Bairro Jardim Santa Helena (21/07);
                       Farmácia no Bairro Nova Pilar (21/07 e 25/07);
                       Posto de Combustível no Bairro Centro (22/07);

- Furtos:         2 Veículos no Bairro Centro (20/07 e 21/07);
                       1 Veículo no Bairro Campo Grande (22/07);    
  Residência no Bairro Jardim Colinas (25/07); presos
  1 Veículo no Bairro Campo Grande (26/07);
                                               
- Porte de Drogas: 1 Homem (17/07); preso
                                1 Veículo vindo de São Miguel Arcanjo (17/07); presos
           1 Mulher (22/07); presa

As policia militar e civil tem se desdobrado para poderem obter resultados satisfatórios e garantir a segurança dos munícipes, mas infelizmente, a situação vem se agravando e as ocorrências aumentaram muito. É necessário que o poder público cobre do governo urgentes medidas, no sentido de enviarem a nossa cidade mais policiais e viaturas, pois, Pilar do Sul cresceu muito nos últimos anos e hoje as equipes já não estão sendo suficientes para dar suporte em todas as áreas de atuação dessas ocorrências.


A população quer poder voltar a viver com tranquilidade nessa cidade interiorana onde muitos vivenciaram o período em que se podia dormir com suas janelas abertas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário