terça-feira, 19 de julho de 2016

Usuários do WhatsApp tem aplicativo bloqueado novamente


Por volta das 11:30hs a juíza Daniela Barbosa, da justiça do Rio de Janeiro mandou que as operadoras suspendessem o acesso imediato do serviço de WhatsApp em todo o Brasil.

O motivo do bloqueio foi que o Facebook, se recusou a cumprir uma decisão judicial e não cedeu informações para uma investigação policial.

Mesmo com essa decisão da justiça, o Facebook informou que não vai se manifestar e a assessoria do Whatsapp disse que não tem ainda uma posição sobre a decisão.

Esta é a quarta vez que um tribunal decide pela suspensão do acesso ao aplicativo no Brasil (25/02/2015, 16/12/2015, 02/05/2016 e 19/07/2016). Diferentemente das outras decisões, não há um prazo definido para o retorno do serviço assim que ele for bloqueado.

Segundo Barbosa, o Facebook, empresa proprietária do WhatsApp, foi notificado três vezes para interceptar mensagens que seriam usadas em uma investigação policial em Caxias, na Baixada Fluminense. A juíza acrescentou que a empresa respondeu através de e-mail, com perguntas em inglês, "como se esta fosse a língua oficial deste país" e tratou o Brasil "como uma republiqueta". O Whatsapp diz não cumprir a decisão "por impossibilidades técnicas".




Nenhum comentário:

Postar um comentário