terça-feira, 6 de setembro de 2016

ROTARY CLUB DE PILAR DO SUL REALIZA “CAMPANHA DA HEPATITE C”


Em parceria com todos os Rotary Clubs do Brasil e com a Associação Brasileira dos Portadores de Hepatites – ABPH, o Rotary Club de Pilar do Sul estará realizando na próxima Sexta-Feira (09/09), testes GRATUITOS de identificação da Hepatite C.

O procedimento do teste tem a finalidade de quebrar o grande silêncio que existe sobre essa doença, diagnosticando portadores do vírus, que desconhecem a situação que se encontram. A doença é assintomática até as suas fases mais avançadas e, geralmente, quando o portador percebe os primeiros sintomas, já é tarde demais e a única possibilidade de cura seria um transplante de fígado. A doença atinge hoje no Brasil 3 milhões de pessoas (equivalente a 50 estádios do Maracanã).

No mundo, existe meio bilhão de pessoas que carregam os vírus das Hepatites B e C e, assustadoramente, apenas 5% dos casos estão diagnosticados. A Hepatite C MATA duas vezes mais que a AIDS, mas, se descoberta e tratada a tempo, ELA TEM CURA.

O evento estará acontecendo na Praça Central, em frente à Igreja Matriz, no horário das 09:00h às 16:00hs.

A campanha contará também com o apoio da Prefeitura Municipal através das secretarias de Saúde e Bem Estar, Cultura e Turismo, participação da Escola Konect cursos profissionalizantes e da Drogaria Droga Vida, além dos patrocínios da Farmácia Vitallis, Padaria União e Pizzaria Pilar e com a colaboração do Interact Club.

A pedido do Rotary Club de Pilar do Sul, a ABPH enviará ao município 100 kits que serão utilizados na realização dos testes. Em apenas 20 minutos será possível conhecer o resultado de cada exame.

Pessoas com mais de 40 anos precisam se testar, pelo menos uma vez na vida. Os testes são gratuitos.

"A campanha deste ano defende a ideia de que o exame de sangue simples, conhecido como hemograma completo, deveria incluir, automaticamente, o teste rápido das Hepatites B e C. Somente esta iniciativa diagnosticaria centenas de milhares de pessoas e salvaria a vida de todas elas", destaca Humberto Silva, presidente da Associação Brasileira de Portadores de Hepatites (ABPH).

Nenhum comentário:

Postar um comentário