domingo, 5 de fevereiro de 2017

Criadores de búfalos investem na produção leiteira


Uma das preocupações é com a qualidade. Eles não querem ser prejudicados por aqueles que adulteram a composição do leite.
 
A higiene e a boa alimentação dos animais são fundamentais para garantir qualidade (Foto: Reprodução TVTEM)


























A criação de búfalos em São Paulo está muito associada à atividade leiteira e garantir a qualidade é uma das preocupações dos produtores, afinal tem muita muçarela por aí fabricada com leite de vaca sendo vendida como se fosse de búfala e o Nosso Campo vai explicar melhor essa história.

No sítio de Fernando Paiva, em Pilar do Sul (SP), o cuidado com a qualidade exige um controle rigoroso, que começa na ordenha. Todos os dias, uma amostra segue para o laboratório, onde o leite é analisado para certificar a procedência.

Cláudio José da Silva administra uma propriedade que também investe na produção desse leite. Os 75 animais garantem uma média de 550 litros por dia. A higiene e a boa alimentação dos animais são fundamentais para garantir a qualidade.

Todo o processo de produção é realizado sem que haja contato manual dos funcionários. O caminhão de uma empresa terceirizada busca o leite e leva direto para o laticínio.

A qualidade e a acidez são checadas no laboratório do laticínio. O produtor Caio Rossato explica que o teste realizado no local garante ao consumidor que ele vai comprar uma mercadoria feita com leite de búfala. O teste com o uso de um reagente é simples e demora 10 minutos.

Com a qualidade atestada, começa então a fabricação dos queijos. Visualmente, a principal diferença entre o queijo de búfala e o queijo de leite de vaca está na coloração. Ele fica bem mais claro por ter menos gordura.


Fonte: G1 Nosso Campo TV TEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário