sábado, 29 de abril de 2017

Manifestação contra reformas tem pouca adesão em Pilar do Sul


Apesar do ponto facultativo na sexta-feira (28), decretado pelo prefeito Antonio José Pereira de Pilar do Sul (SP) houve pouca adesão da população à manifestação convocada pelos sindicatos e movimentos sociais contra as reformas da previdência e trabalhistas recentes, promovidas pelo Governo Federal.

Em Pilar do Sul os Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais (Sindpub), dos Trabalhadores Rurais (STR), Conselho Municipal da Juventude convocaram a população para ato público na Praça Central “Fernando Prestes”. Também aderiram ao movimento professores da rede de ensino estadual e municipal, liderados pelo Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp). O Sindicato Rural (Patronal), apesar de estar oferendo um curso, manifestou apoio ao movimento.

As jornalistas responsáveis pelo Blog “Repórter Pilar” e pelo “O Jornal”, Sueli Cano Maita e Geni Alves dos Santos, respectivamente, estiveram no local do evento; observaram que havia muitos funcionários públicos municipais (da rede municipal de educação; alguns secretários e vereador) entre os manifestantes. Infelizmente a população, uns por estarem trabalhando, outros por usufruírem do feriado prolongado (01/05) e aproveitarem para viajar, deixaram essa data tão importante para todos nós brasileiros que precisamos unir forças, e lutar pelos nossos direitos que estão sendo, cada vez mais tirados e prejudicando ao extremo a vida de todos nós. Não adianta o povo reclamar da situação se, na hora que deve estar presentes a momentos como esse, simplesmente ignoram e ficam de braços cruzados. Também percorreram a cidade e constatara que a grande maioria dos estabelecimentos comerciais estavam funcionando normalmente; a Agência dos Correios, bem como a Agência do INSS estavam abertas ao público.

A Santa Casa funcionava normalmente e, segundo funcionários, havia procura pelas pessoas que precisavam de medicamentos como insulina, já que os postos de saúde estavam todos fechados.

Não estavam funcionando: Postos de Saúde, Vigilância Sanitária, Sabesp e Bancos (o único ainda em Pilar do Sul Bradesco).

A Policia Militar e os agentes de trânsito estiveram o tempo todo no local preservando a segurança e a ordem; de acordo com informações colhidas da Policia Militar, o número de pessoas que estiveram dando seu apoio variava entre 80/100 ali presente.

O que é Ponto Facultativo

Ponto Facultativo é uma espécie de "feriado", decretado pelos governos em dias úteis, nas datas especiais para o Município/Estado ou Nação. O decreto é válido apenas para os servidores das repartições públicas de sua alçada administrativa, os quais, naquelas datas ficam dispensados do ponto e, consequentemente, do serviço. No entanto, é obrigatório o funcionamento de 30% dos serviços essenciais à população, como recolhimento de lixo, aterro sanitário, vigilância sanitária, saúde, transporte.

Houve reclamações de munícipes que não residem diretamente na cidade, mas que possuem chácaras de que achavam um absurdo um feriado tão longo e sequer o poder público manter pelo menos um plantão “afinal a gente aproveitou a sexta-feira para poder vir acertar algumas situações financeiras com a prefeitura (impostos e outras situações), justamente por que na segunda-feira (01/05) já seria um feriado prolongado; e batemos com a cara na porta, pelo menos o setor competente deveria ter escalado um plantão para facilitar nossa vida”, desabafa um proprietário de chácara na Cananéia e morador na cidade de São Paulo.






Matéria elaborada por Sueli Cano Maita e Geni Alves dos Santos

NOTA DE FALECIMENTO



Faleceu nesta Sexta-Feira (28/04), o Bebê de apenas um mês e alguns dias de vida, Lucca Ferreira de Sales, filho de Moysés Garcia e Fabiana Ferreira de Sales, moradores no Bairro Campo Grande.

Seu corpo estará sendo velado no Velório Municipal, no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

Seu sepultamento se dará neste Sábado (29/04), às 15:00hr, no Cemitério Municipal São João Batista, no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

A família enlutada as nossas condolências.

Dados fornecidos pela Funerária Paraizo




sexta-feira, 28 de abril de 2017

A greve de araque instituiu o Dia Nacional da Vadiagem

Sérgio Moraes - Reuters Greve Geral em 28 de Abril de 2017

A paralisação foi programada para a véspera de um feriado prolongado para somar-se à folga de primeiro de maio e produzir o maior feriadão de 2017. Disfarçado de “greve geral“, o evento organizado por gigolôs do moribundo imposto sindical não foi um ato político, mas uma malandragem destinada a incentivar a ociosidade. Aumentou o movimento nas estradas. As cidades ficaram com cara de domingo. As manifestações de rua reuniram menos gente que procissão de vilarejo.

Enxergar uma greve geral no que se viu nesta sexta é promover enxurrada a tsunami. Toda greve é uma interrupção voluntária e continuada do trabalho ─ e interrupção voluntária não rima com barricadas com pneus em chamas, piquetes truculentos e arruaceiros hipnotizados pelo berreiro sindiota. A greve geral, como ensina o adjetivo, tem necessariamente abrangência nacional. E se ampara em reivindicações, palavras-de-ordem e bandeiras encampadas por todas as categorias profissionais relevantes.

Enfim, grevistas querem algo, berram propostas, fazem exigências. Os greveiros de hoje são contra tudo que venha do governo ─ da mesóclise a reformas que remoçam velharias quase centenárias. Mas não conseguem ser a favor de nada, nem têm coragem suficiente para defender publicamente a preservação dos privilégios da pelegagem (terminologia utilizada para denominar um conjunto de pessoas carentes de informação, noção, beleza e dinheiro). Por essas e outras, os que se nomearam líderes dos trabalhadores acabaram instituindo, neste 28 de abril, o Dia Nacional da Vadiagem.

É o velho Brasil agonizando.

Fonte: Por Augusto Nunes Veja.com


quinta-feira, 27 de abril de 2017

Ministério Público do Trabalho defende legitimidade da greve geral


O Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou na quarta-feira (26/04) nota pública sobre a greve geral marcada para a próxima sexta-feira (28/04).  O MPT destaca a legitimidade da paralisação: "Movimento justo e adequado de resistência dos trabalhadores às reformas trabalhista e previdenciária, em trâmite açodado no Congresso Nacional, diante da ausência de consulta efetiva aos representantes dos trabalhadores".

Na nota, o MPT reafirma a "posição institucional do Ministério Público do Trabalho - MPT contra as medidas de retirada e enfraquecimento de direitos fundamentais dos trabalhadores contidas no Projeto de Lei que trata da denominada  “Reforma Trabalhista”, que violam gravemente a Constituição Federal de 1988 e Convenções Fundamentais da Organização Internacional do Trabalho".

Fonte: Jornal do Brasil – 27/04/2017

Confira a íntegra da nota

NOTA PÚBLICA

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO, considerando a Greve Geral anunciada para o dia 28.04.2017, vem a público:

I – DESTACAR que a Greve é um direito fundamental assegurado pela Constituição Federal, bem como por Tratados Internacionais de Direitos Humanos ratificados pelo Brasil, “competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender” (art. 9º da CF/88);

II – ENFATIZAR a legitimidade dos interesses que se pretende defender por meio da anunciada Greve Geral como movimento justo e adequado de resistência dos trabalhadores às reformas trabalhista e previdenciária, em trâmite açodado no Congresso Nacional, diante da ausência de consulta efetiva aos representantes dos trabalhadores (Convenção OIT n. 144);

III – REAFIRMAR a posição institucional do Ministério Público do Trabalho - MPT contra as medidas de retirada e enfraquecimento de direitos fundamentais dos trabalhadores contidas no Projeto de Lei que trata da denominada “Reforma Trabalhista”, que violam gravemente a Constituição Federal de 1988 e Convenções Fundamentais da Organização Internacional do Trabalho;

IV – RESSALTAR o compromisso institucional do MPT com a defesa dos Direitos Sociais e com a construção de uma sociedade livre, justa, solidária e menos desigual.
RONALDO CURADO FLEURY

Procurador-Geral do Trabalho

Dia 28 de Abril vamos todos participar na Praça Central de Pilar do Sul


O SINDPUB – SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS, VEM NOTIFICAR QUE O DIA 28 DE ABRIL É DATADO PARA A GREVE GERAL A NÍVEL BRASIL E NÃO A NÍVEL MUNICIPAL, PORTANTO OS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE PILAR DO SUL, SÃO MIGUEL ARCANJO, SARAPUI E TAPIRAI ESTÃO CONVOCADOS A FAZEREM O MANIFESTO EM PRAÇA PUBLICA CENTRAL.

ESCOLAS E CRECHES ESTARÃO FECHADAS, PORTANTO, NÃO HAVERÁ AULAS, PRÉDIOS DA ADMINISTRAÇÃO, DEPARTAMENTOS DE INFRAESTRUTURA TAMBÉM ESTARÃO FECHADOS, NÃO HAVERÁ EXPEDIENTES, POSTOS DE SAÚDE POR NÃO SEREM EMERGENCIAIS, TAMBÉM PERMANECERÃO FECHADOS. ÔNIBUS ESCOLARES MUNICIPAIS E FACULDADES PARADOS.

SALVOS OS ÓRGÃOS PÚBLICOS ESSENCIAIS QUE ABRANGE OS 30%, TAIS COMO: FARMÁCIAS, BRIGADISTAS DO SAMU, COLETAS DE LIXO, ATERRO SANITÁRIO, VIGILÂNCIA SANITÁRIA, SERVIDORES QUE ESTÃO LOCADOS NA DELEGACIA E DESTACAMENTO POLICIAL, E OS SERVIDORES DOS BANHEIROS PÚBLICOS, TERÃO SEUS PLANTÕES.

"PORTANTO, SERVIDORES E SERVIDORAS, VAMOS TODOS NO DIA 28 DE ABRIL, PARTICIPAR NA PRAÇA CENTRAL NA PARTE DA MANHÃ, DO ATO DE MANIFESTAÇÃO CONTRA O GOVERNO FEDERAL, NÃO VAMOS DEIXAR  MEXER COM OS NOSSOS DIREITOS TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIOS, POIS JUNTOS SOMOS MAIS" 



Novas obrigações para proprietários de animais


Em primeiro de maio de 2017 entrará em vigor o novo estatuto jurídico dos animais, reconhecendo a sua natureza de seres vivos dotados de sensibilidade. A Lei nº. 8/2017 faz referência aos deveres dos proprietários que, se não forem respeitados, são passíveis de multas pesadas e até prisão.

Há novas obrigações para os proprietários e, se alguém encontrar um animal na rua, perdido ou ferido, tem obrigações para com ele também.

Pela nova lei, animais de estimação passam, agora, a ser “seres sencientes”, que significa que o animal tem capacidade de sentir, de ter sentimentos como dor, angústia, solidão, amor, alegria, raiva. Essas características, notadamente do ser humano, estende-se agora aos animais.

Os proprietários de animais devem assegura o seu bem-estar, garantindo o acesso à água e alimentos de acordo com as necessidades e peculiaridades de cada raça; e garantir o acesso a cuidados médicos veterinários. Quem não cumprir as determinações da lei poderá ser punido com pena de prisão de até um ano ou multa; receberá as penalidades cabíveis quem provocar dor, sofrimento ou quaisquer outros maus tratos que resultem em sofrimento injustificado, abandono ou morte.

Qualquer ato de maus tratos a animais deve ser denunciado à Delegacia de Polícia; no caso de flagrante de maus tratos que coloquem a vida dos animais em risco, a polícia deve ser acionada pelo número 190.

São considerados maus tratos:
- abandonar, espancar, golpear, mutilar, envenenar, manter preso permanentemente
  em correntes;
- manter em locais inadequados (pequenos) e anti-higiênicos;
- não abrigar do sol, da chuva e do frio;
- deixar sem ventilação ou luz solar;
- não dar água e comida diariamente;
- negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido;
- obrigar ao trabalho excessivo ou superior a sua força;
- capturar e aprisionais animais silvestres;
- utilizar animal em shows que possam lhe causar pânico ou estresse;
- promover violência como rinhas de galo, farra-do-boi, entre outras.
(Outros exemplos estão descritos no Decreto Lei 24.645/1934, de Getúlio Vargas; Lei Federal 9.605/98 – dos Crimes Ambientais – artigo 32).

Telefones úteis para denúncias:
IBAMA – Linha verde: 0800 61 80 80;  
Superintendência do IBAMA: (11) 3066-2633 / (11) 3066-2675;
Disque meio ambiente: 0800 11 35 60;
Delegacia de Meio Ambiente (11) 3214-6553;
Polícia Militar: 190;
Corpo de Bombeiro: 193;
Ministério da Justiça: www.mj.gov.br.


Fonte: “O Jornal” Edição 264 – 19/04/2017

quarta-feira, 26 de abril de 2017

NOTA DE FALECIMENTO

              
Faleceu nesta Quarta-Feira (26/04), a senhora ISALTINA MARIA LOPES GARCIA, com 86 anos de idade, moradora no Bairro Jardim Pinheiro, em Pilar do Sul.

Seu corpo estará sendo velado no Velório Municipal, no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

Seu sepultamento se dará nesta Quarta-Feira (26/04), às 16:30hr, no Cemitério Municipal São João Batista, no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

A família enlutada as nossas condolências.

Dados fornecidos pela Funerária Paraizo




Posto Eleitoral realiza recadastramento biométrico

Julio José de Carvalho sendo atendido por Eliane G. Moraes

O recadastramento biométrico já está sendo feito no Posto de Atendimento Eleitoral em Pilar do Sul (SP). Esse procedimento é uma revisão de dados como coleta de assinatura, das impressões digitais e de fotografia do eleitor.

Como fazer o recadastramento

Segundo Ellen Tatiana Lopes Leite e Eliane Gomes de Moraes, funcionárias do Posto, o primeiro passo para o recadastramento é o agendamento, que pode ser feito no site do TRE - www.tre-sp.jus.br – ou pessoalmente, no Posto de Atendimento. O eleitor deve apresentar, para o agendamento documento original com foto – Registro Geral (RG)  ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou título de eleitor.

No dia previamente agendado, devem ser levados os seguintes documentos:
- comprovante de residência;
- RG, CNH e título de eleitor (se tiver).
O atendimento é realizado, em média, em 10 minutos e o eleitor já leva o título atualizado.

“O agendamento evita filas e o eleitor é atendido melhor”, enfatizam as funcionárias, salientando que o prazo para o recadastramento é longo.

A identificação biométrica é obrigatória para todos os eleitores: os maiores de 70 anos, menores de 18 anos e analfabetos, a partir das eleições de 2018.

Outros serviços prestados pelo Posto Eleitoral:
- primeira inscrição (para maiores de 16 anos);
- transferência e regularização cadastral;
- quitação de multa;
- certidões

O Posto de Atendimento ao Eleitor de Pilar do Sul funciona à Rua Orlando Almeida Sales, 265 – Bairro Campo Grande (em frente à rodoviária); horário de atendimento: das 12h00 às 18h00. Mais informações pelo telefone (15) 3278-2488.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Pilar do Sul se une na paralisação do dia 28 de Abril


Até a tarde desta segunda-feira (24/04), mais seis sindicatos confirmaram que vão aderir à paralisação do dia 28 de abril, proposta pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e outras centrais sindicais contra as reformas trabalhista e previdenciária do governo do presidente Michel Temer.

No dia 1º de maio, quando é celebrado o Dia do Trabalho, a CUT planeja um ato político na Avenida Paulista. Até agora (25/04), sete sindicatos se posicionaram sobre o assunto e confirmaram a participação na paralisação do dia 28; veja abaixo:

1-    Sindicato dos Metroviários de SP
Os metroviários confirmaram a participação na greve. A paralisação será durante o dia inteiro. Os sindicalistas estão fazendo divulgação do ato nas estações de metrô e dentro dos vagões.

2-    Sindicato dos Rodoviários
O Sindicato dos Rodoviários do ABC confirmou paralisação durante todo o dia 28 de abril. A greve vai atingir as empresas de ônibus de todas as cidades do Grande ABC.

3-    Sindicato dos Bancários de SP e região
Os trabalhadores do sindicato também vão parar durante todo o dia de greve.

4-    Sindicato dos Correios
O sindicato vai antecipar a greve para o dia 26 de abril, às 22h, e promete manter a paralisação por tempo indeterminado. As reivindicações da categoria incluem críticas à gestão da empresa, como proibição de férias até maio de 2018, defasagem salarial e congelamento de contratações de funcionários desde 2011.

5-    Sindicato dos Servidores Municipais de SP
O sindicato confirmou participação na greve geral do dia 28, mas ainda não determinou se a paralisação durará o dia inteiro.

6-    Sindicato dos Professores Municipais (SINPEEM) e Estaduais (APEOESP):
As duas categorias vão parar durante todo o dia 28 de abril. O protesto será contra as reformas do presidente Michel Temer e a reposição salarial.

Sindicatos de professores particulares de vários estados também analisam parar suas atividades.

7-    Sindicato dos Aeronautas
Os trabalhadores filiados ao Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) decidiram nesta segunda-feira entrar em estado de greve contra as reformas trabalhista e da Previdência. A entidade realiza nova assembleia na quinta para decidir se adere à greve geral marcada para sexta-feira.

Fonte: Veja.com


Pilar do Sul também esta convidando a toda população para estarem unidos nessa mobilização e lutar por seus direitos.

Munícipes reclamam de som de motocicletas

Veja o quadro acima sobre a circulação de bicicletas

O Jornal” tem recebido reclamação de moradores de vários bairros sobre o som exagerado de motocicletas que circulam pela cidade, quer seja a trabalho, como é o caso de motociclistas que fazem entregas, quer seja por lazer.

“O som das motos, em especial à noite, assustam os bebês, perturbam as pessoas idosas e todos nós que estamos descansando, vendo TV, ou simplesmente desfrutando do aconchego de nossa casa”, diz um dos reclamantes.

Segundo observado pelos munícipes, as motos usam um aparelho chamado “estralador”, que produz sons e ruídos excessivos e ensurdecedores.

Procurado pelo “O Jornal”, o pessoal do Departamento de Trânsito de Pilar do Sul (DETRANPS), informou que tem sido procurado, reiteradas vezes, por cidadãos com essas reclamações. E esclareceu que o uso de “estralador” é infração média, conforme o Art. 229 da Legislação: “... usar indevidamente no veículo, aparelho de alarme ou que produza sons e ruídos que perturbem o sossego público, em desacordo com normas fixadas pelo CONTRAN, é inflação média; penalidade: multa e apreensão do veículo; medida administrativa: remoção do veículo”.

Outra observação que fazem alguns motoristas são veículos que circulam com a placa traseira com alguma obstrução, dificultando a identificação do número da mesma. São engates, fitinhas, papel alumínio, dentre outros. Alguns foram até fotografados, constatando a veracidade do fato.

O DETRANPS informou que isso se constitui infração grave, segundo o Art. 230 da Legislação; a penalidade é multa, além da retenção do veículo para regularização.

Outras infrações previstas na Legislação:
- Art. 220: cortar lombada, ao aproximar-se da calçada ou acostamento; infração grave, penalidade multa. Órgão autuador: Municipal/Rodoviário.

- Legislação sobre motocicleta motorizada até 50cc: Art. 162: dirigir veículo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação ou Permissão para Dirigir – infração gravíssima; a penalidade é multa (três vezes) e apreensão do veículo.

- Novo artigo 162, I (a contar de 01/11/2016): I – dirigir veículo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação, Permissão para Dirigir ou Autorização para conduzir Ciclomotor: infração gravíssima; penalidade: multa (três vezes); medida administrativa: retenção do veículo até a apresentação de condutor habilitado (Redação do artigo 162, I, dada pela Lei nº. 13.281/16).


Fonte: Dados colhidos do “O Jornal” Edição 264  - 19/04/2017

domingo, 23 de abril de 2017

Bandidos ousados explodem caixas eletrônicos e assaltam posto de combustível em Pilar do Sul




Criminosos explodiram caixas eletrônicos das três únicas agências bancárias e assaltaram um posto de combustíveis de Pilar do Sul (SP), na madrugada deste domingo (23/04).

Segundo a Polícia Militar, a ação aconteceu por volta das 3h30 e bandidos deram tiros de fuzil em uma viatura durante a fuga. Ninguém se feriu.

As agências atacadas ficam na região central da cidade e estão isoladas pela PM até a chegada da perícia. Cédulas de dinheiro chegaram a ficar espalhadas dentro dos bancos após a fuga dos criminosos. Ainda não há informações se o grupo conseguiu levar dinheiro.

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) deve fazer uma varredura nos locais antes do trabalho da perícia para verificar se explosivos foram deixados no interior das agências, e sinalizar se há risco de explosões.

A PM vai levantar imagens de câmeras de segurança para identificar quantos suspeitos participaram do crime e o número de carros usados na ação. Equipes de cidades da região foram acionadas para ajudarem nas buscas, mas até o momento nenhum bandido foi preso.

Os bancos alvos dos criminosos ficam nas ruas Santo Antônio (Santander), 5 de Novembro ( Banco do Brasil) e Coronel Moraes Cunha (Bradesco), sendo que, este ultimo, não teve seus caixas eletrônicos danificados, apenas os vidros das portas devido aos disparos. Uma loja de calçados localizada em frente ao Bradesco também teve os vidros da fachada destruídos pelos tiros.

Viaturas de Votorantim, Salto de Pirapora, Itapetininga, São Miguel Arcanjo, Piedade e Araçoiaba da Serra deram apoio à corporação de Pilar do Sul.


Fonte: Dados colhidos do G1 Itapetininga e Região

sábado, 22 de abril de 2017

Más condições de vicinal em Sarapuí gera prejuízos para agricultores e motoristas

Carro passa na contra mão, em 'zigue-zague', para escapar de buraco em via em Sarapuí (Foto: Reprodução/ TV TEM)
Vicinal liga as cidades de Sarapuí e Pilar do Sul (Foto: Reprodução/ TV TEM)

As más condições da estrada vicinal que liga Sarapuí (SP) a Pilar do Sul (SP) dão prejuízo “duplo” para a população. Moradores que viajam pelo local enfrentam o risco de sofrer algum dano no veículo, enquanto que agricultores da região têm dificuldades de escoar a produção em caminhões.

A Prefeitura de Sarapuí afirma que, em colaboração com a administração pública de Pilar do Sul, fará a recuperação de trechos a partir deste mês.

Em trechos da rodovia não há asfalto nem acostamento. Há trechos em que o asfalto cedeu tanto que invadiu uma das pistas. Quem viaja pela primeira vez é surpreendido, mas quem já é acostumado a passar no local, como o cabeleireiro Amélio Leonel de Queiroz, conhece todos os buracos. “Não tem condição de andar rápido, a gente sempre fica desviando. Não tem condição”, reclama.

O aposentado Rodolfo Ferreira Godoy ressalta: “O buraco é tão antigo que já merece bolo de comemoração, de aniversário. É verdadeiro: todo mundo conhece onde tem buraco”, ironiza.

De tantos problemas enfrentados pelos motoristas, teve gente que não pensou duas vezes em montar um negócio. Um morador montou uma oficina mecânica às margens da via para atender quem tiver o carro quebrado. “Se quebrar o carro é só parar ali para arrumar, porque Pilar do Sul fica longe daqui, Sarapuí mais longe ainda. Então aqui está no meio do caminho para consertar o carro e seguir viagem”, comenta o pedreiro Sidnei dos Santos, que costuma passar no local.

Enquanto alguns têm o carro quebrado durante a viagem, outros nem chegam a fazer o trajeto. O produtor rural José Antônio da Silva, por exemplo, já deixou de vender legumes e verduras que planta na propriedade dele na falta de um caminhão para buscar os produtos. “Os caminhões não conseguem pegar mercadoria no horário certo, às vezes não vem buscar por causa da estrada. Aqui tem muitos produtores de legumes, verduras, frutas que precisão dessa estrada para transportar essas mercadorias”, lamenta.

Em janeiro deste ano o G1 e a TV TEM divulgaram a situação da vicinal. Na época um serviço de tapa-buracos de improviso estava sendo feito. Porém, aparentemente a medida não foi suficiente para acabar com o problema. Enquanto isso, motorista se arrisca fazendo “zigue-zague” pela rodovia, atitudes que podem acabar em acidentes, alerta o aposentado José Ribeiro da Silva. “Morreu um moço até esses dias. Ele desviou de um buraco, acertou em um carro e morreu”, conclui.


Fonte: G1 Itapetininga e Região

NOTA DE FALECIMENTO

    
Faleceu neste Sábado (22/04), o senhor JOSÉ CANDIDO DE SOUZA, com 66 anos de idade, morador no Bairro Pombal, em Pilar do Sul.

Seu corpo estará sendo velado no Velório Municipal, no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

Seu sepultamento se dará neste Domingo (23/04), às 10:00hr, no Cemitério Municipal São João Batista,  no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

A família enlutada as nossas condolências.

Dados fornecidos pela Funerária Paraizo





Investigador sofre "tentativa de homicídio branca" na periferia de Piedade


O setor de investigação da Polícia Civil de Piedade ouviu informação de que um homem de 23 anos, procurado por cometer tráfico de drogas foragido da justiça, estava numa residência localizada na Rua Nelson Silva, Vila Amâncio, na periferia de Piedade.

Sabendo destas informações, os investigadores Rogério e Alessandro foram ao local e puderam observar que no interior da casa havia o homem que a Justiça mandou prendê-lo preventivamente.

Os investigadores solicitaram apoio da Guarda Civil Municipal, mas, antes dos guardas  chegarem ao local, o indivíduo pressentiu que a polícia estaria por perto e tentou fugir pelos fundos da casa, quando tentou sair avistou o investigador Rogério. O homem recuou e tentou sair pelo portão e acabou se deparando com o investigador Alessandro que se identificou e ordenou que se entregasse.

Mesmo assim, o individuo saiu correndo. O investigador Alessandro correu atrás, logo à frente o fugitivo se virou rápido e disparou a arma em direção ao investigador, mas, o tiro não o feriu. Alessandro então também respondeu com tiros. O fugitivo entrou num matagal conseguindo fuga. A polícia não sabe se os tiros feriram ou não o homem. A tentativa de homicídio branca (quando a vítima não chega a ser fisicamente atingida) aconteceu no final da tarde de quinta-feira, 20/04.


Fonte: Dados colhidos do blog Sorocaba Noticias

quinta-feira, 20 de abril de 2017

NOTA DE FALECIMENTO


        
Faleceu nesta Quinta-Feira (20/04), o senhor ADÃO ROSA, com 63 anos de idade, morador no Bairro Caxangá, em Pilar do Sul.

Seu corpo estará sendo velado no Velório Municipal, no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

Seu sepultamento se dará nesta Quinta-Feira (20/04), às 15:00hr, no Cemitério Municipal São João Batista,  no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

A família enlutada as nossas condolências.

Dados fornecidos pela Funerária Paraizo





quarta-feira, 19 de abril de 2017

NOTA DE FALECIMENTO




Faleceu nesta Quarta-Feira (19/04), a senhora OLIVIA MOREIRA DOS SANTOS, com 94 anos de idade, moradora no Bairro Vila São Manoel, em Pilar do Sul.

Seu corpo estará sendo velado no Velório Municipal, no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

Seu sepultamento se dará nesta Quarta-Feira (19/04), às 15:00hr, no Cemitério Municipal São João Batista,  no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

A família enlutada as nossas condolências.

Dados fornecidos pela Funerária Paraizo



quinta-feira, 13 de abril de 2017

NOTA DE FALECIMENTO



Faleceu nesta Quarta-Feira (12/04), o senhor JOSÉ DE SOUZA, com 76 anos de idade, morador no Bairro Jardim Campestre, em Pilar do Sul.

Seu corpo estará sendo velado no Velório Municipal, no Bairro Centro, em Pilar do Sul.

Seu sepultamento se dará nesta Quinta-Feira (13/04), às 15:00hr, no Cemitério Municipal Jardim das Acácias,  no Bairro Guaçuzal, em Pilar do Sul.

A família enlutada as nossas condolências.

Dados fornecidos pela Funerária Paraizo



domingo, 9 de abril de 2017

Animais deixam de ser “coisas” perante a lei. Lei entra em vigor em 1 de maio


 Nova lei esclarece que há agora "um estatuto jurídico dos animais, reconhecendo a sua natureza de seres vivos dotados de sensibilidade".

Vai entrar em vigor, no dia 1 de maio, o novo estatuto jurídico dos animais. Há novas obrigações para os proprietários e, se encontrar um animal na rua, perdido ou ferido, tem obrigações para com ele também. Os animais de estimação passam agora a ser “seres sencientes”. Dizer que um ser é senciente é reconhecer que ele é capaz de sentir, de vivenciar sentimentos como dor, angústia, solidão, amor, alegria, raiva, etc, ninguém discorda que tal característica não é privilégio do ser humano, mas de todos os animais.

A Lei n.º 8/2017 faz referência aos deveres dos proprietários. Quem não os respeitar pode pagar multas pesadas ou ir preso.

O proprietário de um animal deve assegurar o seu bem-estar, nomeadamente garantir o acesso a água e alimentação de acordo com as necessidades de cada raça e garantir o acesso a cuidados médico-veterinários. Quem não o fizer pode sofrer sanções, nomeadamente pena de prisão até um ano ou multa até 120 dias. O mesmo acontece se infligir dor, sofrimento ou quaisquer outros maus-tratos que resultem em sofrimento injustificado, abandono ou morte.

Também agora já é possível deduzir 15% do IVA das faturas com despesas veterinárias.

NR.: Se agora o animal passará a ser também “ser sanciente”, ou seja, não poderá mais ser considerado como “coisa”, então não poderá ser mais comercializado como “coisas”, pois são vidas que tem sentimento, sente dor, angustia, solidão, alegria, falta de amor, raiva e etc... Que a lei puna quem comercializar vidas por favor!

sábado, 8 de abril de 2017

Como denunciar Maus Tratos à Animais


Qualquer ato de maus-tratos envolvendo um animal deverá ser denunciado na Delegacia de Polícia. Aconselhamos que os casos de flagrante de maus-tratos e/ou que a vida de animais estejam em risco, acione a Polícia pelo 190 e aguarde no local até que a situação esteja regularizada. A Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) prevê os maus-tratos como crime de comina as penas. O decreto 24645/34 (Decreto de Getúlio Vargas) determina quais atitudes podem ser consideradas como maus-tratos.

Sempre denuncie os maus tratos. Essa é a melhor maneira de combater os crimes contra animais. Quem presencia o ato é quem deve denunciar. Deve haver testemunha, fotos e tudo que puder comprovar o alegado. Não tenha medo. Denunciar é um ato de cidadania. Ameaça de envenenamentos, bem como envenenamentos de animais, também podem e devem ser denunciados.

O que pode ser considerado maus-tratos?

– Abandonar, espancar, golpear, mutilar e envenenar;
– Manter preso permanentemente em correntes;
– Manter em locais pequenos e anti-higiênico;
– Não abrigar do sol, da chuva e do frio;
– Deixar sem ventilação ou luz solar;
– Não dar água e comida diariamente;
– Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido;
– Obrigar a trabalho excessivo ou superior a sua força;
– Capturar animais silvestres;
– Utilizar animal em shows que possam lhe causar pânico ou estresse;
– Promover violência como rinhas de galo, farra-do-boi etc..
Outros exemplos estão descritos no Decreto Lei 24.645/1934, de Getúlio Vargas
Lei Federal 9.605/98 – dos Crimes Ambientais Art. 32º

Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena: detenção, de três meses a um ano, e multa.

§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorrer morte do animal.

Se a Polícia não atender ao chamado, ligue para a Corregedoria da Polícia Civil e informe o que os policiais disseram quando se negaram a atender. Mencione a Lei 9605/98.

Lembre-se
01) Fotografe e/ou filme os animais vítimas de maus-tratos. Provas e documentos são fundamentais para combater transgressões.
02) Obtenha o maior número de informações possíveis para identificar o agressor: nome completo, profissão, endereço residencial ou do trabalho.
03) Em caso de atropelamento ou abandono, anote a placa do carro para identificação no Detran.
04) Peça sempre cópia ou número do TC e acompanhe o processo.
05) É extremamente importante processar o infrator, para que ele passe a ter maus antecedentes junto à Justiça.
06) Não tenha medo de denunciar. Você figura apenas como testemunha do caso. Quem denuncia, na prática, é o Estado.

Telefones Uteis para denuncias

- IBAMA – Linha Verde: 0800 61 80 80
- Superintendência do Ibama: (11) 3066-2633 / (11) 3066-2675
- Disque Meio Ambiente: 0800 11 35 60
- Delegacia do Meio Ambiente: (11) 3214-6553
- Polícia Militar Ambiental: www.polmil.sp.gov.br
- Polícia Militar: 190
- Corpo de Bombeiro: 193
- Ministério da Justiça: www.mj.gov.br
- Corregedoria da Polícia Militar: 0800 770 6190

Se você viu uma cena de maus-tratos, incentivo ou apologia à crueldade com animais em um programa de TV, Não fique quieto! DENUNCIE ao Ética na TV – “Quem financia a Baixaria é Contra a Cidadania.
Ética na TV: www.eticanatv.org.br

 Crimes na Internet
Sites, comunidades e perfis que incitem ou façam apologia aos maus tratos com animais é crime: Incitação a Crime – Art 286 do Código Penal
Apologia de Crime ou de Criminoso – Art. 287 do Código Penal
Delegacia de Meios Eletrônicos de São Paulo: dig4@policia-civ.sp.gov.br /(11) 6221-7011
Safer Net: www.safernet.org.br

Como proceder quando alguém ameaça envenenar seus animais? (queixa comum quanto a gatos e cães)

1º) A “ameaça” é um crime e está previsto no art. 147 do Código Penal (Ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar-lhe mal injusto e grave: Pena:  detenção, de um a seis meses, ou multa).

Segundo os penalistas como Julio Fabbrini Mirabete, a ameaça deve ser capaz de intimidar, aquela capaz de restringir a liberdade psíquica da vítima, com a promessa da prática do mal grave e injusto. O “mal” de que fala a lei, é justamente esse envenenamento que pode matar, bem como outro mal qualquer como ferir, mutilar o seu animal. O crime se consuma no momento em que a vítima toma conhecimento da ameaça. A ameaça é crime que se apura mediante representação da vítima ou de seu representante legal, na Delegacia de Polícia.

Na dúvida sobre registrar a ameaça de envenenamento em Termo Circunstanciado ou Boletim de Ocorrência, fui pessoalmente à Ouvidoria da Polícia, que me orientou registrar um B.O. com o título “Preservação de Direitos”.

Faz-se necessário, portanto, o registro de Boletim de Ocorrência por infração ao Código Penal a fim de resguardar os seus direitos conferidos pelo art. 5º da Constituição Federal (vida, liberdade, igualdade, segurança e propriedade) e os dos animais, protegidos pela Lei Federal n.º 9.605 de 1998, para que no futuro possa ser acionado o Réu no Poder Judiciário.

Você, querendo, pode pedir para consignar que em virtude da ameaça você tem medo de sair de sua casa e, ao voltar, encontrar suas crianças envenenadas, além dos seus animais.

Não se esqueçam de que a nossa Polícia Preventiva está aí para: Proteger a coletividade, Assegurar direitos, manter a ordem e o bem-estar, efetuar prisões em flagrante e de egressos das prisões.

Fonte: Tudo sobre cachorros