segunda-feira, 31 de julho de 2017

Golpe no aparelho celular... CUIDADO


Todos os dias, nós pobre mortais, somos vitimas de golpes e mais golpes por pessoas inescrupulosas e de má fé. Nos últimos dias, os meios de comunicação têm divulgado golpes até de falsos médicos que ligam para os familiares de pessoas que estão internadas e pedem dinheiro para realização de exames urgentes e que, só podem ser feitos particular.

Agora mais um na praça e eu, quase fui a vitima nesta segunda-feira (31/07). Recebi uma mensagem no meu celular dizendo mais ou menos isso: “você carregou seu celular e foi premiada no sorteio “recarga premiada” com R$ 25.000, você tem que ligar para o numero (11) 94319..80 ou envie mensagem para (....). Não dei atenção.

Por volta das 13:00hs, andando pela rua, recebo um telefonema dizendo a mesma coisa, se eu havia recebido uma mensagem da Vivo sobre a minha premiação, pediu que eu anotasse algumas informações e me passou seu nome completo e o numero do protocolo desse atendimento (a gente ouvia no fundo barulho de outras pessoas falando como se realmente fosse de uma central telefônica), em seguida disse que a Vivo mantem convênio com quatro bancos (Bradesco, Banco do Brasil, Itaú e Caixa Econômica), se eu tiver conta em um desses banco (que obviamente todos vão ter por tratar-se de bancos que existem em qualquer cidade), eu devo me dirigir a agência e sem desligar o telefone, no caixa eletrônico tirar um extrato para ver meu saldo, em seguida ele iria passar novas informações. Não desliguei o celular e entrei num comercio e pedi o telefone, liguei para minha agência só para confirmar se tinham ou não convênio com a Vivo, o que me responderam o óbvio: “não, isso é um golpe”.

Continuei dando trela pro cara, até que ele disse que estaria me passando para seu encarregado que iria me dar algumas coordenadas, quando ele me pediu que inserisse novamente o meu cartão no caixa eletrônico e dissesse o que estava na tela, decidi encerrar por ali e desliguei.

Já estava entrando no restaurante para almoçar quando a mesma pessoa ligou novamente, dizendo que a linha havia caído então eu disse: “vou passar o telefone para meu amigo investigador e você, por favor, explica melhor essa premiação à ele, porque eu, não entendi nada”, passei o celular para um homem que ali estava almoçando e falei baixinho que era um golpe e que ele se passasse por investigador pra ver o que o cara iria falar. Logicamente que o cara falou um palavrão e desligou.

Então, isso é um alerta às pessoas que devido a situação em que muitos se encontram (desemprego principalmente), não acreditem em milagres como esse de “premiações”, já soube que algumas pessoas perderam uma boa quantia por acreditarem e realizarem operações em suas contas bancárias. Esses bandidos realizam em média 50 ligações por dia, e pasmem, pelo menos 3 acabam caindo no golpe.

Esse tipo de golpe deve ser divulgado para os amigos, familiares, e principalmente nossos idosos ingênuos, que ainda acreditam na boa vontade e honestidade das pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário